Reunão da RedETSA, San Salvador, El Salvador – Outubro 2016

12345

O VIII Encontro da Rede de Avaliação de Tecnologias de Saúde das Américas (RedETSA) aconteceu nos dias 5, 6 e 7 de outubro de 2016 na cidade de San Salvador, El Salvador. Embora fosse estimado que cerca de 100 participantes assistiriam a reunião, houveram mais de 200 participantes que vieram de 28 instituições de 14 países da região. A Conferência permitiu a introdução de atos relevantes do sistema de saúde de El Salvador e os conceitos de avaliação de tecnologias sanitárias (ATS); Discutir e desenvolver temas relevantes e compartilhar experiências entre os membros da RedETSA e com especialistas convidados; Compartilhamento de avanços e os desafios dos membros da Rede em definir um plano de trabalho para 2017. O encontro foi dividido em três seções diferentes em um período de três dias: uma sessão de lançamento, o encontro da RedETSA em conjunto com o Fórum Nacional de ETS de El Salvador e Encontro Regional de HTA e uma reunião para os países membros da RedETSA.

Dia 1 – Sessão Introdutória

A primeira parte foi a sessão introdutória, onde temas foram desenvolvidos sobre os conceitos fundamentais da HTA, a importância da ATS para a cobertura de saúde universal. Na tarde do primeiro dia, questões como a avaliação econômica e sua importância para a tomada de decisão e de mapeamento de capacidades foram discutidos.

Dia 1 e 2 – Reunião de RedETSA, Fórum Nacional de ATS de El Salvador, HTAi

A seção seguinte incluiu o Fórum Nacional de ATS de El Salvador, além do encontro regional HTAi. Os tópicos discutidos durante esta sessão incluíram, entre outros, o progresso na institucionalização do ATS nas Américas, as decisões sobre medicamentos caros, o julgamento de casos de drogas e sucessos na utilização de ATS.

Dia 3 – Reunião fechada

A última seção do evento foi uma reunião fechada para os membros da RedETSA. Estiveram presentes 28 participantes representando 23 instituições. Os países representados foram Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Peru e Uruguai. Participaram também a Escola Andaluza de Saúde Pública, da Espanha. A sessão centrou-se na discussão das atividades realizadas em 2016 e as principais realizações do país durante o ano. Também foi discutido a atualização do site, programa de intercâmbio e as prioridades para 2017.

 

As apresentações estão disponíveis em http://www.salud.gob.sv/foroets-salud-sv/