para email

Webinar – “Big data e Evidência do Mundo Real”

‘’Big data e Evidência do Mundo Real’’

A Rede de Avaliação de Tecnologias em Saúde das Américas (RedETSA) tem o prazer de convidá-lo para a 18ª edição do seu programa de webinars. 26 de maio, como parte do ciclo de webinars da RedETSA, Augusto Afonso Guerra Jr., da Universidade Federal de Minas Gerais Brasil, falei uma apresentação sobre “Big data e Evidência do mundo real.”

O objetivo deste webinar era explorar a importância da origem dos dados sobre avaliação de tecnologias em saúde. O seminário discutido a diferença entre ensaios clínicos randomizados e evidências do mundo real no uso de bancos de dados administrativos e epidemiológicos para medir os dados de efetividade. Embora os dados do mundo real possam ser muito complexos, fornecem uma visão difícil de alcançar por meio de ensaios clínicos randomizados. Esta evidência do mundo real pode servir para assegurar que os sistemas de saúde estão obtendo os resultados esperados com a incorporação de tecnologias nos sistemas de saúde. O Professor Augusto Guerra apresentouum caso concreto do Brasil de uso de Big Data para avaliação de tecnologias em saúde.

O webinar está disponível no seguinte link: https://youtu.be/Xakk0G2td7U 

 

para email

Webinars de Gestão da Tecnologia Sanitária

O Programa de Tecnologia da Saúde da OPS / Sede tem colaborado com Tobey Clark, Diretor da Associação de Serviços Técnicos da Universidade de Vermont com o fim da apresentação dos Webinars de Gestão da Tecnologia Sanitária.

O webnar, intitulado “Planejamento e Gestão da Tecnologia Sanitária” destacou a compreensão básica dos princípios de planejamento e gestão da tecnologia sanitária – avaliação, presupuestación, aquisição, despliegue, educação / formação, segurança do paciente, manutenção e substituição / eliminação. Planificação e gestão centrada em dispositivos médicos, sistemas de informação clínica e sistemas convergentes que incorporam dispositivos médicos, redes e telecomunicações.

O webinar está disponível, em inglês, no seguinte link:  https://youtu.be/uCuV2qe3H_4

O webnar, intitulado “Manutenção de equipamentos médicos”, incluirá uma revisão geral sobre a manutenção de equipamentos médicos e seu alcance, e inclui questões como a supervisão técnica e reparação de equipamentos médicos, testes de desempenho, procedimentos de manutenção, gestão de contratos de serviços, manutenção gerenciamento de software, inventario e gerenciamento de documentos.

O webinar está disponível, em inglês, no seguinte link:  https://youtu.be/0FLJZE7eC30

para email

Desinversão em tecnologias sanitárias – o caso de Insulina Glargina em Ecuador

‘’Desinversão em tecnologias sanitárias – o caso de Insulina Glargina em Ecuador’’

 

No dia 21 de abril, Christian Gavilanes Castellanos, Andrea Sánchez e Ruth Lucio, do Ministério da Saúde, Equador, dieron una presentación sobre “Desinversão em tecnologias sanitárias – o caso de Insulina Glargina em Equador”.

O objetivo do webinar foi explorar o tema da desinversão, como um resultado potencial do ETS, cujo resultado é um acesso maior à população que tecnologias eficientes e segurança. A apresentação proporcionou como exemplo a experiência do Ministério de Saúde Pública do Equador com o caso de Insulina Glargina.

En 2015, depois da modificação de critérios de inclusão de princípios ativos no Cuadro Nacional de Medicamentos Básicos (CNMB), se realizou a revisão de vários medicamentos que foram incluídos em versões anteriores, entre eles a Insulina Glargina. Basear-se em uma nova evidência científica, concluiu-se que a eficácia da IG é similar à de medicamentos e incorporados para a mesma indicação. A partir de conclusões se procedeu à desinversão de Insulina Glargina e sua exclusão do CNMB. ”

A apresentação do webinar encontra-se disponível, em espanhol, no link: Webinar – “Desinversión en tecnologías sanitarias – el caso de Insulina Glargina en Ecuador’’

para email

Webinar – A dimensão da equidade na avaliação e uso racional de Tecnologia da Saúde

‘’A dimensão da equidade na avaliação e uso racional de Tecnologia da Saúde’’ 

Em 31 de março de 2017, como parte do ciclo de webinar  da Rede de Avaliação de Tecnologia da Saúde das Américas (RedETSA), Laura Lamfre, Chefe do Departamento da Faculdade de de Economia e Gestão da Universidade Nacional de Comahue e Santiago Hasdeu realizará uma apresentação sobre “A dimensão da equidade na avaliação e Uso Racional de Tecnologia da Saúde.”

O objetivo do webinar é apresentar o trabalho interdisciplinar realizado pelo Comité Provincial de Biotecnologia Neuquen (Argentina) para abordar a dimensão equidade no ciclo integrado da Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS). O Comitê Provincial de Biotecnologia de Neuquén é parte da RedArets, instituição membro da RedETSA.

O webinar está disponível no seguinte link: Webinar – “La dimensión de equidad en la Evaluación y Uso Racional de las Tecnologías Sanitarias’’

 

livro

Novo Livro – Avaliação Tecnológica Hospital-Based Saúde

É com satisfação que anunciamos que a versão eletrônica do livro “Hospital-Based Health Technology Assessment: The Next Frontier for Health Technology Assessment”, já está disponível no site da Springer (http://link.springer.com /book/10.1007/978-3-319-39205-9)!

Este é o primeiro livro internacional sobre HB-HTA e é uma parceria do Brasil com outros países, incluindo Canadá.

O INC participou do livro no capítulo “O Papel dos Hospitais na HTA no Brasil”.

Garanta o seu.

para email

RedARETS – Bolsas de estudo de cursos para 2017

Curso introdutório de Avaliação de Tecnologias em Saúde da RedArets

A Rede Pública de Avaliação de Tecnologias em Saúde da Argentina (RedArets) oferece 20 bolsas de estudo para os membros da RedETSA para participar no seu curso introdutório de Avaliação de Tecnologias em Saúde.

Os detalhes estão disponíveis aqui: Descrição do Curso 2017

Para se candidatar a bolsas de estudo, os seguintes requisitos devem ser atendidos (além dos requisitos específicos de cada curso, descrito no anexo):

Ser parte de qualquer instituição membro da RedETSA

Apresentar uma carta de compromisso com o cumprimento das atividades e o tempo necessário para o curso, e com o apoio da instituição a que pertencem para a realização.

Formulário de inscrição completo – RedArets

Enviar o seu CV para lemgruba@paho.org  com cópia para caccavof@paho.org

O prazo para inscrição é  23 de março de 2017

para email

Bolsas para cursos virtuais IECS – 2017

rediecs

O Instituto de Eficácia Clínica e Política de Saúde (IECS) da Argentina, Centro Colaborador da OMS / OPAS ETS oferece, a cada ano, seis bolsas de estudo (três bolsas de estudo por semestre) para membros da RedETSA para participar de seus cursos online. Este semestre, os cursos oferecidos pela IECS são:

Desenvolvimento e implementação de avaliação de tecnologia de saúde. Início: 18 de abril de 2017

Avaliações Econômicas: programação, análise e interpretação de modelos. Início: 19 de abril de 2017

Estimativa de custos para programas de avaliação econômica, Serviços e Tecnologias em Saúde. Início: 20 de abril de 2017

Introdução à Avaliação de Tecnologias em Saúde e avaliações econômicas. Início: 17 de abril de 2017

Design, programação e análise de modelos de Markov em Microsoft Excel. Início: 20 de abril de 2017

Revisões sistemáticas e metanálises. Início: 17 de abril de 2017

Para se candidatar as bolsas de estudo, os seguintes requisitos devem ser atendidos (além dos requisitos específicos de cada curso, descritos no site da IECS):

Ser parte de qualquer instituição membro da RedETSA

Apresentar uma carta de compromisso com o cumprimento das atividades e o tempo necessário para o curso, e com o apoio da instituição a que pertencem para a realização do mesmo (se não obter a assinatura do representante da instituição antes do prazo, a carta assinada pelo candidato será aceito. Neste caso, a assinatura do representante da instituição será necessária nos dias seguintes)

Preencher o formulário de registro IECS e enviar o seu CV para lemgruba@paho.org  com cópia para caccavof@paho.org

O prazo para inscrição é 26 de março de 2017

A definição dos beneficiários será feita em consulta com os representantes da OPAS nos países pertencentes aos candidatos.

Para mais informações e detalhes de cada curso, por favor, faça um clique no seguinte link: http://www.iecs.org.ar/cursos/

para email

Webinar – “ProVac. O reforço das capacidades para a tomada de decisão sobre as vacinas na América Latina e no Caribe”

‘’ProVac. O reforço das capacidades para a tomada de decisão sobre as vacinas na América Latina e no Caribe”’’

Em 24 de fevereiro, Cara Janusz, gerente ProVac OPAS e Dr.ª  Analia Urueña, que trabalhou na direção de controle de doenças evitáveis por vacinação do Ministério da Saúde da Argentina, fizeram uma apresentação “ProVac. O reforço da capacidade para a tomada de decisão sobre as vacinas na América Latina e no Caribe”

O webinar está disponível no seguinte link: Webinar – ”ProVac. O reforço da capacidade para a tomada de decisão sobre as vacinas da América Latina e do Caribe

para email

Reunão da RedETSA, San Salvador, El Salvador – Outubro 2016

VIII Encontro da Rede de Avaliação de Tecnologias em Saúde das Américas (RedETSA)

Fórum Nacional de Avaliação de Tecnologias em Saúde

IV Encontro Regional da HTAi

12345

O VIII Encontro da Rede de Avaliação de Tecnologias de Saúde das Américas (RedETSA) aconteceu nos dias 5, 6 e 7 de outubro de 2016 na cidade de San Salvador, El Salvador. Embora fosse estimado que cerca de 100 participantes assistiriam a reunião, houveram mais de 200 participantes que vieram de 28 instituições de 14 países da região. A Conferência permitiu a introdução de atos relevantes do sistema de saúde de El Salvador e os conceitos de avaliação de tecnologias sanitárias (ATS); Discutir e desenvolver temas relevantes e compartilhar experiências entre os membros da RedETSA e com especialistas convidados; Compartilhamento de avanços e os desafios dos membros da Rede em definir um plano de trabalho para 2017. O encontro foi dividido em três seções diferentes em um período de três dias: uma sessão de lançamento, o encontro da RedETSA em conjunto com o Fórum Nacional de ETS de El Salvador e Encontro Regional de HTA e uma reunião para os países membros da RedETSA.

Dia 1 – Sessão Introdutória

A primeira parte foi a sessão introdutória, onde temas foram desenvolvidos sobre os conceitos fundamentais da HTA, a importância da ATS para a cobertura de saúde universal. Na tarde do primeiro dia, questões como a avaliação econômica e sua importância para a tomada de decisão e de mapeamento de capacidades foram discutidos.

Dia 1 e 2 – Reunião de RedETSA, Fórum Nacional de ATS de El Salvador, HTAi

A seção seguinte incluiu o Fórum Nacional de ATS de El Salvador, além do encontro regional HTAi. Os tópicos discutidos durante esta sessão incluíram, entre outros, o progresso na institucionalização do ATS nas Américas, as decisões sobre medicamentos caros, o julgamento de casos de drogas e sucessos na utilização de ATS.

Dia 3 – Reunião fechada

A última seção do evento foi uma reunião fechada para os membros da RedETSA. Estiveram presentes 28 participantes representando 23 instituições. Os países representados foram Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Peru e Uruguai. Participaram também a Escola Andaluza de Saúde Pública, da Espanha. A sessão centrou-se na discussão das atividades realizadas em 2016 e as principais realizações do país durante o ano. Também foi discutido a atualização do site, programa de intercâmbio e as prioridades para 2017.

As apresentações estão disponíveis em http://www.salud.gob.sv/foroets-salud-sv/

para email

Webinar – A evolução de tecnologias sanitárias no meio hospitalar

‘’A evolução de tecnologias sanitárias no meio hospitalar’’

Em 27 de janeiro de 2017, Dr.ª Marisa da Silva Santos, do Núcleo de Avaliação de Tecnologias em Saúde do Instituto Nacional de Cardiologia do Brasil, fez uma apresentação sobre “A evolução de tecnologias sanitárias no meio hospitalar”.

A apresentação do webinar encontra-se disponível, em espanhol, no link: Webinar – ‘’La evaluación de tecnologías sanitarias en el medio hospitalario’’