rebrats inscrição

Encontro Regional de Diretrizes de Prática e IX Reunião da RedETSA: Integração de mecanismos de ATS e Diretrizes de Prática para informar e implementar a tomada de decisões rumo à Saúde Universal 14-16 de novembro de 2017, Panamá

Durante os dias 14 a 16 de novembro, aconteceu o Encontro Regional de Diretrizes de Prática e  IX Encontro da RedETSA: Integração de mecanismos de ATS e Diretrizes de Prática para informar e implementar a tomada de decisões rumo à Saúde Universal  na Cidade do Panamá, onde participaram 52 pessoas de 16 países e 33 organizações diferentes. Pela primeira vez, os responsáveis pelas diretrizes de prática na Região das Américas e a Rede de Avaliação de Tecnologia de Saúde das Américas  organizaram juntos uma reunião presencial com o objetivo de promover a integração dos mecanismos ATS e das Diretrizes de Prática para informar a tomada de decisões e monitorar sua aplicação para avançar em direção à Saúde Universal.

No primeiro dia da reunião, discutiram-se os temas relacionados à ATS e à RedETSA, como uma atualização das atividades do secretariado (OPAS) e dos membros, atualizando os Centros Colaboradores e definindo as prioridades para 2018. Também houve painéis e discussões sobre Dispositivos Médicos (metodologias de avaliação, dispositivos médicos prioritários, preços, gerenciamento) e sobre Avaliações Econômicas (transferibilidade, modelos, doenças de alto custo).

No segundo dia da reunião, foram discutidos os tópicos relacionados às Diretrizes Práticas. Os participantes apresentaram avanços e dificuldades na área; foi apresentado o “Manual para o fortalecimento de programas nacionais de guias informados por evidência: uma ferramenta de adaptação e implementação de diretrizes nas Américas”. Houve também discussão  e trabalho em grupo sobre a adaptação de guias informados pela evidência na região.

No terceiro dia tratou-se da integração dos mecanismos ATS e das Diretrizes de Prática. Foi discutida a incorporação da perspectiva dos pacientes nos processos de ATS e das Diretrizes de Prática e uma metodologia para a elaboração de relatórios curtos e vários participantes apresentaram experiências de integração de mecanismos para apoiar a tomada de decisões de cobertura em seus países. . Finalmente, se discutiu em grupo as melhores maneiras de fortalecer a institucionalização e integração de mecanismos para apoiar decisões de cobertura, e foi acordado quais serão os próximos passos neste sentido.

Abaixo, é possível conferir a agenda da reunião, ter acesso aos links das apresentações e à lista de participantes.

Dia 1 – Terça-feira 14 de novembro   
IX Encontro da Rede de Avaliação de Tecnologia das Américas e convidados
HoraTemaApresentador/Facilitador
8 : 3 0 – 8 : 4 5AberturaMinistério da Saúde do Panamá
OPAS Panamá
8 : 45 – 9 : 00Objetivos da reunião e resumo das atividades desenvolvidas em 2017

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/resumen_-2017.pptx
Alexandre Lemgruber, OPAS
9 : 0 0 – 9 : 4 5Lançamento da Base de Informes de ATS da RedETSA

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Presentation-BRISA-Francisco.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/presentacion-brisa-redetsa-lancamiento.pdf
Francisco Caccavo, OPAS
Renato Murasaki, BIREME/OPAS
9 : 45 – 10: 15Apresentação de novos membros

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/12/CCATES-Apresentação_RedETSA.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/12/CC-2017_presentacion-CMD-1.ppt
Ministério da Saúde do Panamá
CCATES (Brasil)
CUFAR (Argentina)
10:15- 1 1 :15Principais realizações dos países em ATS e na tomada de decisão em 2017

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/REDEARETS-Argentina.docx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Red-ETSA-ETS-BOLIVIA.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/14novembro2107_Redetsa-Conitec.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/INESSS-Canada.docx
(5 min por instituição)
Ministério da Saúde da Argentina
RedArets (Argentina)
Ministério da Saúde da BolÍvia
Ministério da Saúde do Brasil
ANVISA (Brasil)
INC (Brasil)
INESSS (Canadá)
Ministério da Saúde do Chile
ISP (Chile)
Ministério da Saúde da Colombia
IETS (Colombia)
1 1 : 3 0 -12:45Principais realizações dos países em ATS e na tomada de decisão em 2017

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/MS-Costa-Rica.docx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/CCSS-Costa-Rica.docx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Cuba-TALLER-DE-PANAMÁ-ETS-GPC-2017.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/SV-Presentación-Panamá-RedETSA.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Honduras-ARSA.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Mexico-Avances-ETES_Redetsa-2017_2.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/INS-Peru.Panama14NOV2017.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Peru-IETSI-Redetsa.nov2017.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Presentación-Evaluación-Tecnología-RD.-Panamá-2017.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/2017-Minsa-Uruguay.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/ORAS-ETS-Panamá.ppt
Ministério da Saúde de Costa Rica
CCSS (Costa Rica)
Ministério da Saúde de Cuba
Ministério da Saúde do Equador
Ministério da Saúde de El Salvador
ISSS (El Salvador)
CENETEC (México)Ministério da Saúde do Paraguai
INS (Peru)
IETSI (Peru)
DIGEMAPS (República Dominicana)
Ministério da Saúde do Uruguai
FNR (Uruguai)
Organismo Andino de Saúde
1 2 :45- 1 3 :15Atualização dos Centros Colaboradores

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/IECS-Argentina.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/CC-2017_presentacion-CMD.ppt
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Canada-Carols-CC-Presentation.pptx
IECS (Argentina)
IEB/UFSC (Brasil)
University of Ottawa (Canadá)
1 4 : 3 0 - 1 6 :00Painel de Dispositivos Médicos
(metodologias de avaliação; dispositivos
médicos prioritários; preços; gestão)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/2.-REDETSA_Murilo.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Dispositivos-médicos-esenciales-para-el-primer-nivel.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/1.-Atención-Primaria-Desafíos-para-la-Gestión-y-ETS.pptx
Moderador: Murilo Contó, OPAS Brasil
OPAS
IEB/UFSC
1 6 : 1 5 - 1 7 :30Painel sobre Avaliações Econômicas
(transferibilidade, modelos, doenças de alto custo)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Uruguay-transferibilidad2017.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/IECS_EE.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/ETES-EN-SGSSS-OPS.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Apresentacao_Panama-revista.1.ppt
Moderador: Alexandre Lemgruber, OPAS
Ministério da Saúde do Uruguai
IECS
IETS
ANVISA
1 7 :30- 1 8 : 3 0Definição de prioridades para 2018
Dia 2 – Quarta-feira 15 de novembro
Reunião Regional de Guias de Prática
HoraTemaApresentador/Facilitador
9:00 – 9:15Abertura
Objetivos da reunião
Ludovic Reveiz, OPAS
9:15 – 11:30Avanços e desafios de cada instituição na elaboração / adaptação de guias, resposta
rápida, planos de implementação e articulação
interinstitucional (governança, estabelecimento
de prioridades, capacidades, produtos, qualidade
etc)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Brasil-15novembro2107_Guias.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Costa-Rica-Presentación-Avances-GPC-AR_MD.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Chile-implementacion.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Presentación-El-Salvador.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/12/presentación-gpc-PN-Ecuador.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Mexico-_PANAMA_GPC_2017.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Panama-ELABORACIÓN-DE-UNA-GUÍA-DE-PRÁCTICA.pptm
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Presentación-Reunion-Panama-PERU-INS-MINSA-IETSI-final.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/Presentación-Republica-Dominicana.pptx
http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/12/URUGUAYGPC.pptx
(10 min por país)
Brasil
Costa Rica
Colombia
Chile
El Salvador
Equador
México
Panamá
Peru
República Dominicana
Uruguai
11:30 – 12:00Apresentação do Manual para o fortalecimento dos programas nacionais de guias informadas pela evidência: uma ferramenta para a adaptação e implementação de guias nas Américas

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/11/DIRECTRIZ-PARA-EL-FORTALECIMIENTO-DE-LOS-PROGRAMAS-NACIONALES-02.pptx
Marcela Torres, OPAS
12:00 – 12:30Priorização regional de temas prioritários para a elaboração / adaptação de guias nas Américas: caso do programa colombianoMinistério da Saúde e Proteção Social da Colombia
13:30 – 13:40 Mecanismos regionais para adaptação de guias informadas por evidência na regiãoLudovic Reveiz, OPAS
13:40 – 15:15Avanços e desafios interinstitucionais na elaboração/adaptação de guias: oportunidades de cooperação regionalGrupos de trabalho
15:15 – 15:30Avanços e desafios interinstitucionais na elaboração/adaptação de guias: oportunidades de cooperação regionalInforme dos grupos
15:45 – 16:00Plano de Implementação dos programas de guias informadas por evidência: oportunidades de cooperação regionalMarcela Torres, OPAS
16:00 – 17:15Avanços e desafios interinstitucionais na elaboração/adaptação de guias: oportunidades de cooperação regionallGrupos de trabalho
17:15 – 17:30Avanços e desafios interinstitucionais na elaboração/adaptação de guias: oportunidades de cooperação regionalInforme dos grupos
Dia 3 – Quinta-feira 16 de novembro
Integração de mecanismos
HoraTemaApresentador/Facilitador
8:30 – 8:45Abertura
Objetivos da reunião
Mecanismos integrados para a tomada de decisões informadas para a Saúde Universal
Alexandre Lemgruber, OPAS

Ludovic Reveiz, OPAS
8:45 – 9:30Integração de mecanismos para a implementação de ATS e Guias de Prática: experiências internacionais de referênciaHector Castro, MSH
10:45 – 11:30Metodologia para elaboração de informes curtos IECS (Argentina)
11:30 – 13:00Painel:
Experiências de integração de mecanismos para apoiar a tomada de decisões de cobertura:
Avaliação de Tecnologias de Saúde, Seleção de medicamentos e outras tecnologias, Guias de Prática, Políticas informadas pela Evidência
Moderador: Ministério da Saúde do Panamá
IETS (Colombia)
Ministério de Saúde do Chile
Ministério da Saúde do Brasil
INS (Peru)
CENETEC (México)
INESSS (Canadá)
(15 minutos para cada apresentação)
14:00 – 15:30Como podemos fortalecer a institucionalização e a integração de mecanismos (ATS, Guías de Prática, a seleção de medicamentos e outras tecnololgias, políticas) para apoiar as decisões de cobertura, com enfoque na implementação? Institucionalização de mecanismos integrados, sinergias e colaboração interinstitucional a nível nacional e regional

Análise
(D) debilidades (O) oportunidades
(F) fortalezas(A) ameaças
Grupos de trabalho
15:45 – 16:45Apresentação dos grupos de trabalho de discussão
Quais são as prioridades em nível regional?
Roteiro e próximos passos para o desenvolvimento de um plano para integrar os vários mecanismos e fortalecer a cooperação regional
Moderadores:
Alexandre Lemgruber
Ludovic Reveiz
17:30Fechamento

Lista de Participantes

PAISNOMBREINSTITUICIÓN
ArgentinaCristian DoratiCentro Universitario de Farmacologia
ArgentinaMaría Clara ZerbinoMinisterio de Salud de Argentina
ArgentinaSantiago HasdeuRed Argentina Pública de Evaluación de Tecnologías Sanitarias - REDEARETS
ArgentinaSebastian Garcia MartíIntituto de Efectividad Clínica y Sanitária - IECS
BoliviaMirka Susana ZuñigaLa Agencia Estatal de Medicamentos y Tecnologías de Salud - AGEMED
BrasilFlávio Maurício Garcia PezzolaInstituto de Engenharia Biomédica da Universidade Federal de Santa Catarina - CCOPAS/IEB - UFSC
Brasil Livia LemosCentro Colaborador de Avaliação de Tecnologias de Saúde - CCATES Brasil
Brasil Marisa SantosInstituto Nacional de Cardiologia - INC
Brasil Priscila Avelar Instituto de Engenharia Biomédica da Universidade Federal de Santa Catarina - CCOPAS/IEB - UFSC
Brasil Renato GarciaInstituto de Engenharia Biomédica da Universidade Federal de Santa Catarina - CCOPAS/IEB - UFSC
Brasil Vania Canuto SantosMinistério da Saúde do Brasil
Brasil Leandro SafatleAgência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA
CanadaCarol VlassoffUniversity of Ottawa
CanadaAlicia FramarinIntitut Nationale d' Excelence en Santé - INESS
ChileVictoria Hurtado MenesesMinisterio de Salud de Chile
ChileYohanna ValderasInstituto de Salud Pública de Chile - ISPCH
ChilePatricia del Carmen Kraemer GomezMinisterio de Salud de Chile
ColombiaJaime Calderon Instituto de Evaluación Tecnológica en Salud - IETS
Colombia Rodrigo PardoUniversidad Nacional de Colombia
Costa Rica Angie RamirezCaja Costaricense de Seguro Social - CCSS
Costa Rica Mauricio Duarte Caja Costaricense de Seguro Social - CCSS
Costa Rica Ana Eduviges Sancho Ministerio de Salud de Costa Rica
Cuba Ana Margarita ToledoMinisterio de Salud de Cuba
EcuadorAdriana Granizo MartinezMinisterio de Salud Publica de Ecuador
EcuadorJacinto Esteban Bonilla EscobarMinisterio de Salud Publica de Ecuador
El SalvadorRicardo H. RuanoMinisterio de Salud de El Salvador
El SalvadorRoberto QuijadaInstituto Salvadoreño del Seguro Social - ISSS
HondurasGerardo PinedeARSA Honduras
MexicoJesús Ojino SosaCentro Nacional de Excelencia Tecnologíca en Salud - CENETEC
MexicoVeronica GallegosCentro Nacional de Excelencia Tecnologíca en Salud - CENETEC
OPSIsaías MontillaOrganización Panamericana de la Salud - OPS
OPSAlexandre LemgruberOrganización Panamericana de la Salud - OPS
OPSItzel ThomasOrganización Panamericana de la Salud - OPS
OPSHilda LealOrganización Panamericana de la Salud - OPS
OPSJose GonzalezOrganización Panamericana de la Salud - OPS
OPSRita CasolOrganización Panamericana de la Salud - OPS
OPSSonia QuezadaOrganización Panamericana de la Salud - OPS
OPSMurilo ContóOrganización Panamericana de la Salud - OPS
OPSLudovic ReveizOrganización Panamericana de la Salud - OPS
OPSFrancisco CaccavoOrganización Panamericana de la Salud - OPS
OPSAna Marcela TorresOrganización Panamericana de la Salud - OPS
PanamáJeremias BernalMinisterio de Salud de Panamá
PanamáPedro ContrerasMinisterio de Salud de Panamá
Peru Patricia PimentelInstituto de Evaluación Tecnológica en Salud - IETS
Peru Nora Reyes Instituto Nacional de Salud - INS
Peru Marianella Villalta ContrerasOrganismo Andino de Salud - ORAS CONHU
Peru Karina Alicia Gil LoayzaMinisterio de Salud de Perú
Peru Zila Patricia CaballeroInstituto Nacional de Salud - INS
Republica Dominicana Escarlen HerediaDirección General de Medicamentos, Alimentos y Productos Sanitarios - DIGEMAPS MSP
Republica Dominicana Andelys De la Rosa Ministerio de Salud Publica de Republica Dominicana
UruguayAlarico RodriguezFondo Nacional de Recursos - FNR
UruguayAna PerezMinisterio de Salud Publicade Uruguay
rebrats inscrição

19a edição do programa de Webinars da ReDETSA

“Transferibilidade de avaliações econômicas”

  • Data: 10 de novembro 2017
  • Apresentadores: Victoria Hurtado Meneses. Engenheira Bimédica (Universidad de Valparaíso), Mestrado em Economia da Saúde (University of York). Departamento de Avaliação de Tecnologias em Saúde, Ministério da Saúde do Chile e Catherine De la Puente Agurto. Enfermeira, Especialista em cuidados intensivos do adulto, mestrado  em Epidemiologia Clínica (Universidad de La Frontera), mestrado em Economia da Saúde e do medicamento (Universidad Pompeu Fabra)
  • Tema: A metodologia de transferibilidade de Avaliação Econômica (AE) se apresenta como uma possibilidade para informar o custo-efetividade de uma alternativa de saúde em menor tempo  para os tomadores de decisões. Mais ainda quando se considera que os países contam com recursos econômicos limitados para desenvolver pesquisa e a pressa existente para solicitar esse tipo de informação por parte das autoridadesCabe destacar que o desenvolvimento de um estudo “novo” continua sendo o padrão ouro para entregar uma evidência válida de custo-efetividade de uma intervenção de saúde que se queira implementar. No entanto, existem casos em que há evidência disponível suficiente  de custo-efetividade de tecnologias que já foram avaliadas por varios países com resultados similares. Nesses casos se recomenda utilizar a metodologia de transferibilidade de AE, de forma que os tomadores de decisões possam se basear em evidência sólida e em curto período de tempo
  • Idioma: Espanhol, sem tradução

*disponível apenas em espanhol* 

O webinar está disponível no seguinte link: https://youtu.be/oE1N35d5mEw

rebrats inscrição

18a edição do programa de Webinars da ReDETSA

“Particularidades na avaliação e incorporação de Dispositivos Médicos”

  • Data: 13 de outubro 2017
  • Apresentador: Murilo Contó, Consultor Nacional de Avaliação e Gestão de Tecnologia de Saúde A OPAS / OMS
  • Tema: Considerando as particularidades e diferenças que os dispositivos médicos possuem em relação aos medicamentos, o webinar tem por finalidade abordar os principais aspectos que devem ser observados quando uma Avaliação de Tecnologias em Saúde envolver o a utilização de algum dispositivo ou equipamento médico, reduzindo as incertezas num processo de tomada de decisão.
  • Idioma:  Espanhol, sem tradução

*disponível apenas em espanhol* 

O webinar está disponível no seguinte link: https://youtu.be/TO-67o1ypbg

rebrats inscrição

VII Encontro de Autoridades Reguladoras para o Fortalecidmento da Capacidade Reguladora de Dispositivos Médicos na Região das Américas 21 e 22 de Setembro de 2017 – Ottawa, Canadá

Nos dias 21 e 22 de setembro de 2017 foi realizado em Ottawa no Canadá, no âmbito das atividades do IMDRF (International Medical Device Regulators Forum), o VII Encontro de Autoridades Reguladoras para o Fortalecidmento da Capacidade Reguladora de Dispositivos Médicos na Região das Américas. Estiveram representadas autoridades reguladoras de dezoito países: Argentina, Bolívia, Brasil, Canadá, Chile, Colombia, Cuba, Equador, El Salvador, Jamaica, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Trindade e Tobago e Uruguai.

Os objetivos da Reunião Regional de Regulação de Dispositivos Médicos tiveram foco no Fortalecimento da Capacidade Reguladora das ARNs (Autoridades Reguladoras Nacionais) da Região das Américas em materia de dispositivos médicos, mediante o estabelecidmento de estratégias para o alcance dos objetivos comuns, intercâmbio de experiências e o fortalecimento da colaboração entre os países.

No primeiro dia a reunião foi aberta para convidados, incluindo representantes de autoridades reguladoras de fora da Região e do setor regulado. No segundo dia a reunião foi restrita aos representantes das autoridades reguladoras que compõem o Grupo de Trabalho Regional de Regulação de Dispositivos Médicos. Abaixo se pode encontrar a agenda dos dois dias de reunião, assim como os links para acesso às apresentações.

21 de setembro

1. Boas-vindas, Introdução e Revisão da agenda
(Alexandre Lemgruber – OPS)

2. O Uso de Dispositivos Médicos em Programas de Saúde Pública
(Rosanna Peeling, IDC / LSHTM)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/1000_Rosanna-Peeling-IMDRF-Ottawa-Sept-21-2017-1.pptx

3. Modelo Global de Marco Regulatório da OMS para Dispositivos Médicos
(Mike Ward – OMS)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/915_Adham-Ismal-Ward-International-Harmonization-of-MD-Regulation_Adham-Ismail-FINAL-Without-Guidance-1.ppt

4. Asian Harmonization Working Party Playbook
(Dr Jeong-Rim Lee, AHWP and Ministry of Food and Drug Safety-MFDS, Republic of Korea)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/1100_Jeong-Rim-Lee-AHWP_Activities_170921-new.pptx

5. Regulação sobre Dispositivos Médicos nas Américas. A Perspectiva dos Reguladores

A experiência do COFEPRIS, México
(Norma Morales)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/1145a_Norma-Morales-COFEPRIS-PAHO-17-nmv.pptx

A experiência do DNM, El Salvador
(José Vicente Coto)

6. Regulação sobre Dispositivos Médicos nas Américas. A Perspectiva dos Fabricantes
(Nicole Taylor Smith – Johnson & Johnson)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/1345a_Nicole-Taylor-PAHO-presentation.pptm

7. Uso de Normas para Fins regulatórios

A experiência dos EUA (Sharon Lappalainen – FDA)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/1430a_Sharon-Lappalainen-Standards-Alliance-Project-Ottawa-SKL-Slides-Sep-2017.pp

A experiência de Cuba (Dulce María Martinez – CECMED)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/1430b_Cuba-dia-21-Uso-de-las-normas-para-fines-regulatorios-es.pptx

8. Standards Alliance Survey
(Carlos Gouvêa , ALADDIV)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/1545b_Carlos-Gouvea-ALADDIV-Apresentação-Ottawa-2.0.pp

9.Revisão da Sessão e Próximos Passos
(Alexandre Lemgruber – OPS)

22 de setembro

1. Palavras de abertura
(Health Canada e OPS)

2. Avanços desde o VI Encontro do Grupo de Trabalho Regional de Regulação de Dispositivos Médicos e objetivos do VII Encontro
(Alexandre Lemgruber – OPS)

3. Avanços a nível nacional na Regulação de Dispositivos Médicos: todos os países

Chile
(María Cecilia López Gutiérrez – Instituto de Salud Pública de Chile)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/830_Chile_Ottawa-2017-DDM.ppt

Colombia
(Elkin Hernán Otávaro Cifuentes – INVIMA)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/830_Columbia_1.-AVANCES-Y-RESULTADOS-REGULACIÓN-DE-DISPOSITIVOS-MÉDICOS-COLOMBIA_22_09_2017.pptx

Paraguai
(María Auxiliadora Vargas de Dentice – Ministerio de Salud Pública y Bienestar Social)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/830_Paraguay_Paragua_Avances-en-la-Regulación-de-Dispositivos-Médicos-CAN-Esp-In.pptx

Peru
(Julio Américo Salas Carnero – Ministerio de Salud)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/830_Peru_VII-Reunión-de-Autoridades-Reguladoras-Español.pptx

República Dominicana
(Escarlen Heredia – Ministerio de Salud Pública)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/830_The-Dominican-Republic_Regulación-Dispositivos-Médicos-RDO..pptx

4. Informe sobre os Cursos de Formação Virtual

(Elkin Otálvaro Cifuentes – INVIMA, Colombia)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/1040_2.-AVANCES-FORMACIÓN-VIRTUAL-VIGILANCIA-POSTMERCADO-DISPOSITIVOS-MÉDICOS-REGIÓN-AMÉRICAS_20_09_2017.pptx

(Dulce María Martinez – CECMED, Cuba)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/1040_Cuba-dia-22-Curso-virtual-regional.pptx

5. Painel sobre Nomenclatura de Dispositivos Médicos
(Adriana Velázquez Berumen – OMS, por videoconferência e Monica Cristina Duarte – ANVISA, Brasil)

6. Atualização dos avanços do Programa REDMA de intercâmbio de Relatórios de Dispositivos Médicos: informe do Secretariado
(Dulce María Martínez – CECMED, Cuba)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/1200_canada-Dulce-version-uno-sa.ppt

7. Atualização sobre os indicadores básicos e a ferramenta de avaliação de capacidade reguladora
(Alexandre Lemgruber – OPS)

8. Informe sobre o projeto da Rede PARF na área de regulação de dispositivos médicos
(Elkin Hernán Otálvaro Cifuentes – INVIMA, CECMED)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/1420_3.-PROYECTO_INVIMA-CECMED-EN-LA-REGIÓN-DE-LAS-AMÉRICAS_20_09_2017.pptx

9. Reutilização e Reprocessamento de Dispositivos Médicos: situação atual e discussão sobre os próximos passos para o Grupo Técnicoo
(Elkin Otálvaro Cifuentes – INVIMA, Colombia)

http://redetsa.org/wp/wp-content/uploads/2017/09/1520_4.-GRUPO-TÉCNICO-REPROCESAMIENTO-Y-REUSO-DM.pptx

10. Discussão de propostas para o Plano de Trabalho 2018 do Grupo de Trabalho Regional de Regulação de Dispositivos Médicos

11. Encerramento

rebrats inscrição

17a edição do programa de Webinars da ReDETSA

‘’Big data e Evidência do Mundo Real’’

 

  • Data: 16 de maio 2017
  • Apresentador: Augusto Afonso Guerra Jr., da Universidade Federal de Minas Gerais Brasil
  • Tema: O objetivo deste webinar era explorar a importância da origem dos dados sobre avaliação de tecnologias em saúde. O seminário discutido a diferença entre ensaios clínicos randomizados e evidências do mundo real no uso de bancos de dados administrativos e epidemiológicos para medir os dados de efetividade. Embora os dados do mundo real possam ser muito complexos, fornecem uma visão difícil de alcançar por meio de ensaios clínicos randomizados. Esta evidência do mundo real pode servir para assegurar que os sistemas de saúde estão obtendo os resultados esperados com a incorporação de tecnologias nos sistemas de saúde.
  • Idioma: Português, sem tradução

O webinar está disponível no seguinte link: https://youtu.be/Xakk0G2td7U 

rebrats inscrição

16a edição do programa de Webinars da ReDETSA (Parte 1&2)

 “Planejamento e Gestão da Tecnologia Sanitária (1a parte)” 

 

  • Data: 15 de maio 2017
  • Apresentador: Tobey Clark, Diretor da Associação de Serviços Técnicos da Universidade de Vermont
  • Tema:  O webinar destacou a compreensão básica dos princípios de planejamento e gestão da tecnologia sanitária – avaliação, presupuestación, aquisição, despliegue, educação / formação, segurança do paciente, manutenção e substituição / eliminação. Planificação e gestão centrada em dispositivos médicos, sistemas de informação clínica e sistemas convergentes que incorporam dispositivos médicos, redes e telecomunicações.
  • Idioma: Inglês, sem tradução

*disponível apenas em inglês* 

O webinar está disponível, em inglês, no seguinte link:  https://youtu.be/uCuV2qe3H_4

***

 “Manutenção de equipamentos médicos (2a parte)” 

 

  • Data: 22 de maio 2017
  • Apresentador: Tobey Clark, Diretor da Associação de Serviços Técnicos da Universidade de Vermont
  • Tema:  O webinar incluirá uma revisão geral sobre a manutenção de equipamentos médicos e seu alcance, e inclui questões como a supervisão técnica e reparação de equipamentos médicos, testes de desempenho, procedimentos de manutenção, gestão de contratos de serviços, manutenção gerenciamento de software, inventario e gerenciamento de documentos.
  • Idioma: Inglês, sem tradução

*disponível apenas em inglês* 

O webinar está disponível, em inglês, no seguinte link:  https://youtu.be/0FLJZE7eC30

rebrats inscrição

15a edição do programa de Webinars da ReDETSA

‘’Desinversão em tecnologias sanitárias – o caso de Insulina Glargina em Equador’’

  • Data: 21 de abril 2017
  • Apresentadores: Christian Gavilanes Castellanos, Andrea Sánchez e Ruth Lucio, do Ministério da Saúde, Equador
  • Tema: O objetivo do webinar foi explorar o tema da desinversão, como um resultado potencial do ETS, cujo resultado é um acesso maior à população que tecnologias eficientes e segurança. A apresentação proporcionou como exemplo a experiência do Ministério de Saúde Pública do Equador com o caso de Insulina Glargina.
  • Idioma: Espanhol, sem tradução

*disponível apenas em espanhol* 

A apresentação do webinar encontra-se disponível, em espanhol, no link: Webinar – “Desinversión en tecnologías sanitarias – el caso de Insulina Glargina en Ecuador’’

rebrats inscrição

14a edição do programa de Webinars da ReDETSA

‘’A dimensão da equidade na avaliação e uso racional de Tecnologia da Saúde’’ 

 

  • Data: 31 de março de 2017
  • Apresentadores: Laura Lamfre, Chefe do Departamento da Faculdade de de Economia e Gestão da Universidade Nacional de Comahue e Santiago Hasdeu 
  • Tema: A dimensão da equidade na avaliação e Uso Racional de Tecnologia da Saúde. O objetivo do webinar é apresentar o trabalho interdisciplinar realizado pelo Comité Provincial de Biotecnologia Neuquen (Argentina) para abordar a dimensão equidade no ciclo integrado da Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS). O Comitê Provincial de Biotecnologia de Neuquén é parte da RedArets, instituição membro da RedETSA.
  • Idioma: Espanhol, sem tradução

*disponível apenas em espanhol* 

O webinar está disponível no seguinte link: Webinar – “La dimensión de equidad en la Evaluación y Uso Racional de las Tecnologías Sanitarias’’

livro

Novo Livro – Avaliação Tecnológica Hospital-Based Saúde

É com satisfação que anunciamos que a versão eletrônica do livro “Hospital-Based Health Technology Assessment: The Next Frontier for Health Technology Assessment”, já está disponível no site da Springer (http://link.springer.com /book/10.1007/978-3-319-39205-9)!

Este é o primeiro livro internacional sobre HB-HTA e é uma parceria do Brasil com outros países, incluindo Canadá.

O INC participou do livro no capítulo “O Papel dos Hospitais na HTA no Brasil”.

Garanta o seu.

rebrats inscrição

RedARETS – Bolsas de estudo de cursos para 2017

Curso introdutório de Avaliação de Tecnologias em Saúde da RedArets

A Rede Pública de Avaliação de Tecnologias em Saúde da Argentina (RedArets) oferece 20 bolsas de estudo para os membros da RedETSA para participar no seu curso introdutório de Avaliação de Tecnologias em Saúde.

Os detalhes estão disponíveis aqui: Descrição do Curso 2017

Para se candidatar a bolsas de estudo, os seguintes requisitos devem ser atendidos (além dos requisitos específicos de cada curso, descrito no anexo):

Ser parte de qualquer instituição membro da RedETSA

Apresentar uma carta de compromisso com o cumprimento das atividades e o tempo necessário para o curso, e com o apoio da instituição a que pertencem para a realização.

Formulário de inscrição completo – RedArets

Enviar o seu CV para lemgruba@paho.org  com cópia para caccavof@paho.org

O prazo para inscrição é  23 de março de 2017