Trabajo en Red en Evaluación de Tecnologías Sanitarias (ETS)-20190628 1508-1

7a edição do programa de Webinars da ReDETSA (2a parte)

“Kit de ferramentas para identificação e avaliação de novas e emergentes tecnologias – Segunda Parte

 

  • Data: 15 de abril 2016
  • Apresentadores: Dr. Roberta Joppi e Dr. Iñaki Ibarluzea, da Rede Internacional Euroscan
  • Tema: Tópicos apresentados na segunda parte (filtragem & Priorização, avaliação, revisão por pares, divulgação)
  • Idioma: Espanhol, sem tradução

*disponível apenas em espanhol* 

O webinar encontra-se disponível no link abaixo: Webinar – “Kit de ferramentas para identificação e avaliação de novas e emergentes tecnologias – Segunda Parte”

Trabajo en Red en Evaluación de Tecnologías Sanitarias (ETS)-20190628 1508-1

7a edição do programa de Webinars da ReDETSA (1a parte)

“Kit de ferramentas para identificação e avaliação de novas e emergentes tecnologias – Primeira Parte”

 

  • Data: 1 de abril 2016
  • Apresentadores: Dr. Roberta Joppi e Dr. Iñaki Ibarluzea, da Rede Internacional Euroscan
  • Tema: A primeira parte do kit de ferramentas foi apresentado na sexta-feira, 1 de abril de e incluiu os seguintes tópicos: Introdução ao Euroscan, introdução à sistemas de consciência precoce e de alerta, primeiros passos nas atividades de acompanhamento do horizonte tecnológico (identificação de usuário, determinação do Horizonte Tecnológico, identificação de Tecnologias)
  • Idioma: Espanhol, sem tradução

*disponível apenas em espanhol* 

O webinar encontra-se disponível no link abaixo: Webinar – “Kit de ferramentas para identificação e avaliação de novas e emergentes tecnologias – Primeira Parte”

Trabajo en Red en Evaluación de Tecnologías Sanitarias (ETS)-20190628 1508-1

Oxytocin in Uniject Disposable Auto-Disable Injection System versus Standard Use for the Prevention of Postpartum Hemorrhage in Latin America and the Caribbean: A Cost- Effectiveness Analysis

Abstract:
Postpartum hemorrhage (PPH) is a leading cause of maternal death. Despite strong evidence showing the efficacy of routine oxytocin in preventing PPH, the proportion of women receiving it after delivery is still below 100%. The Uniject injection system prefilled with oxytocin (Uniject) has the potential advantage, due to its ease of use, to increase oxytocin utilization rates. We aimed to assess its cost-effectiveness in Latin America and the Caribbean (LAC). We used an epidemiological model to estimate: a) the impact of replacing oxytocin in ampoules with Uniject on the incidence of PPH, quality-adjusted life years (QALYs) and costs from a health care system perspective, and b) the minimum increment in oxytocin utilization
rates required to make Uniject a cost-effective strategy. A consensus panel of LAC experts was convened to quantify the expected increase in oxytocin rates as a consequence of making Uniject available. Deterministic and probabilistic sensitivity analyses were performed. In the base case, the incremental cost of Uniject with respect to oxytocin in ampoules was estimated to be USD 1.00 (2013 US dollars). In the cost-effectiveness analysis, Uniject ranged from being cost-saving (in 8 out of 30 countries) to having an incremental cost-effectiveness ratio (ICER) of USD 8,990 per QALY gained. In most countries these ICERs were below one GDP per capita. The minimum required increment in oxytocin rates to make Uniject a cost-effective strategy ranged from 1.3% in Suriname to 16.2%in Haiti. Switching to Uniject could prevent more than 40,000 PPH events annually in LAC. Uniject was cost-saving or very cost-effective in almost all countries. Even if countries can achieve only small increases in oxytocin rates by incorporating Uniject, this strategy could be considered a highly efficient use of resources. These results were robust in the sensitivity analysis under a wide range of assumptions.

The full article is available at the link below:
UNIJECT - Research Article
advance_hta_destaque_2015

HTA Capacity Building Workshop

O segundo Advance_HTA Capacity Building Workshop foi realizado nos dias 09 e 10 de Setembro em Santiago, Chile. O workshop foi organizado pela London School of Economics and Political Science – LSE Health em parceria com a Escuela Andaluza de salud Publica (EASP) e a Organização Pan Americana de Saúde (OPAS).

Advance HTA é um projecto financiado pela Comissão Européia e dirigido por uma equipe da Escola de Economia de Londres em conjunto com treze instituições participantes. O projeto busca ampliar o espectro, complementar e abordar áreas de debate metodológico na aplicação, uso e implementação de ATS em países emergentes.

Para mais detalhes sobre o projeto, acesse: Advance HTA – Rethinking the future of HTA 

 

AGENDA

Day 1 – Wednesday 09 September, 2015

08:30-08:45 Arrival and Registration
08:45-09:00 Welcome and Introduction, Panos Kanavos (LSE) and Alexandre Lemgruber (PAHO)
09:15-11:15 Session 1: Assessing Value for Money (John Cairns, LSHTM)
11:15-11:30 Coffee Break
11:30-13:30 Session 2: Value Assessment in Health Technology (Panos Kanavos and Aris Angelis, LSE)
13:30-14:00 Lunch
14:00-16:00 Session 3: Using Alternative Methods to Assess Value of New MedicalTechnologies (Panos kanavos and Aris Angelis, LSE)
16:00-16:15 Coffee Break
16:15-18:15 Session 4: HTA and Rare Disease: Assessing the Societal Value of OrphanDrugs (Elena Nicod, LSE)
18:15-18:30 Summary and Close of Day 1

Day 2 – Thursday 10 September, 2015

08:30-09:00 Arrival and Registration
09:00-09-15 Introduction, Panos Kanavos (LSE) and Alexandre Lemgruber (PAHO)
09:15-11:15 Session 5: HTA and Medical Devices (Dimitra Panteli, Sabine Fuchs, TUB)
11:15-11:30 Coffee Break
11:30-13:30 Session 6: Strengthening and Implementing HTA in Emerging Settings, Alexandre Lemgruber (PAHO) and Jaime Espin (EASP)
13:30-14:15 Lunch
14:15-14:30 Lessons Learnt, Policy Recommendations and Advances in HTA Panos Kanavos (LSE)
14:30-15:00 Certificate Distribution and Close of Workshop, Panos Kanavos (LSE) and Alexandre Lemgruber (PAHO)
15:00 Workshop Ends

 

POR - VII Encontro RedETSA_D

VII Encontro da RedETSA

O VII Encontro da Rede de Avaliação de Tecnologias em Saúde das Américas (RedETSA) ocorreu em Santiago do Chile, nos dias 10 e 11 de setembro de 2015. No primeiros dia do evento foi realizado uma sessão aberta, e discutiu-se as implicações do uso de limiares de custo-efetividade no processo de tomada de decisão para incorporação de tecnologias em saúde. O segundo dia foi realizado uma sessão exclusiva aos membros da Rede onde se discutiu os avanços da Rede e de suas instituições, temas de interesse e projetos futuros.

Para consulta à agenda do evento, acesse: VII Encontro RedETSA